A atividade carbonífera e suas representações sociais no sul do Brasil

Viviane Camejo Pereira, Jalcione Pereira Almeida

Resumen


Este trabalho objetiva identificar quais as representações sociais da atividade carbonífera no município de Candiota, Rio Grande do Sul. Utilizou-se o referencial teórico metodológico de Serge Moscovici e a abordagem estrutural de Jean-Claude Abric. Apresenta-se o crescimento econômico como a representação central, e o emprego, a qualidade de vida, a “razão de existência” do município, a energia, o empecilho ao desenvolvimento e atraso como elementos periféricos das representações. A informação é dispersa através da comunicação midiática, jornal local, rádio, internet, televisão com programação local, revistas e conversas no dia a dia. Quanto à atitude, 28% são contrários à exploração do carvão, 54% são favoráveis.

Texto completo:

PDF

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Licencia de Creative Commons
Esta obra está registrada bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento 4.0 Internacional.
Creado a partir de http://revistas.javeriana.edu.co/.