Publicado Dec 7, 2015



PLUMX
Almetrics
 
Dimensions
 

Google Scholar
 
Search GoogleScholar
Descargas


Marina Soares Mota

Giovana Calcagno Gomes

Camila Daiane Silva

Vera Lúcia De Oliveira Gomes

Marlene Teda Pelzer

Edaiane Joana Lima Barros

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Resumen

A cirurgia de construção de uma estomia pode modificar o viver de seu portador, podendo reduzir a qualidade de vida deste.  Objetivo: conhecer como o autocuidado con qualidade de vida da pessoa com estomia. Método: a presente pesquisa, descritiva com abordagem qualitativa. Participaram doze pessoas com estomia cadastradas no Serviço de Estomaterapia de um Hospital Universitário no extremo sul do Brasil. Os dados foram colhidos por meio de entrevistas, realizadas entre os meses de julho de 2011 a julho de 2012, analisadas pela técnica de Análise Temática. Resultados: a análise dos dados gerou três categorias: Enfermagem promovendo o autocuidado; Mobilizando forças para o autocuidado; e Qualidade de vida a partir do autocuidado. Conclusão: os dados mostraram que o autocuidado apresenta-se como propulsor da qualidade de vida de pessoas com estomias, possibilitando que sejam autônomos, ativos e participativos na sociedade. 

Keywords
References
Cómo citar
Mota, M. S., Gomes, G. C., Silva, C. D., Gomes, V. L. D. O., Pelzer, M. T., & Barros, E. J. L. (2015). Autocuidado: uma estratégia para a qualidade de vida da pessoa com estomia. Investigación En Enfermería: Imagen Y Desarrollo, 18(1), 63-78. https://doi.org/10.11144/Javeriana.ie18-1.aeqv
Sección
Artículos Originales de Investigación