##plugins.themes.bootstrap3.article.main##


Alexandre Fuccille http://orcid.org/0000-0002-6779-3311

Adriana Aparecida Marques https://orcid.org/0000-0002-3794-3358

Resumen

O artigo procura explorar as relações colombo-brasileiras em tempos recentes, sem descuidar do papel que os Estados Unidos exercem nesta sua histórica zona de influência. A despeito das diferenças ideológicas entre os presidentes Álvaro Uribe e Lula da Silva, o pragmatismo de ambos pretendeu colocar as relações entre Bogotá e Brasília em um novo patamar, prejudicados por seus afilhados políticos, Juan Manuel Santos e Dilma Rousseff, que não conseguiram fazer avançar as promessas colocadas. Após afastamentos e aproximações e diferentes apostas como o Mercado Comum do Sul/MERCOSUL e a Aliança do Pacífico/AP, o que parece um quadro de desencanto com ambas iniciativas pode vir a abrir um novo período nas relações bilaterais entre estes países sul-americanos, em especial nestes tempos de regionalismo sob estresse e uma América do Sul fraturada.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Keywords
References
Adler, Emanuel, e Barnett, Michael (Eds.). (1998). Security Communities. Cambridge: Cambridge University Press.
Alegría, Rafael Fernando Castro. (2014). La Alianza del Pacífico y Brasil: ¿una estrategia de impugnación?. In: Buelvas, Eduardo Pastrana, e Gehring, Hubert (Eds.) Alianza del Pacífico: mitos y realidades. Cali: Editorial Universidad Santiago de Cali.
ALBA. (2014). Alianza Bolivariana Para los Pueblos de Nuestra América. Comienza en Colombia la VIII Cumbre de la Alianza del Pacífico. Notícias Portal ALBA, (http://www.alianzabolivariana.org/ver_noticia.php?id=1023; acessado em 31 mar. 2016).
Briceño-Ruiz, José. (2013). O regionalismo latino-americano depois do regionalismo aberto: novos eixos, novas estratégias, modelos diversos. In: Carmo, Corival Alves do; Winand, Érica C. A.; Barnabé, Israel Roberto, e Pinheiro, Lucas Miranda. Relações Internacionais: olhares cruzados. Brasília: FUNAG.
Brzezinski, Zbigniew. (2012; Special Anniversary Issue: The Clash of Ideas) Balancing the East, Upgrading the West: U.S. Grand Strategy in an Age of Upheaval. Foreign Affairs, 91 (1), 97-104.
Buzan, Barry, e Wæver, Ole. (2003). Regions and Powers: The Structure of International Security. Cambridge: Cambridge University Press.
Calderón, Emilse. (2013). As implicações teórico-práticas da externalização da segurança interna (o caso dos países sul-americanos fronteiriços da Colômbia). Relações Internacionais, 40, 51-66.
Carvalho, Leonardo Arquimimo de. (2009). Conselho de Defesa Sul-Americano. In: Carvalho, Leonardo Arquimimo de; Vera, Cristián Garay, e Peña, Juan Cayón (Orgs.). Segurança e defesa na América Latina. Curitiba: Juruá.
Cervo, Amado Luiz, e Lessa, Antônio Carlos. (2014). O declínio: inserção internacional do Brasil (2011–2014). Revista Brasileira de Política Internacional, 57 (2), 133-151.
Fiori, José Luís. (2013). O Brasil e seu “entorno estratégico” na primeira década do século XXI. In: Sader, Emir (Org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma. São Paulo: Boitempo; Rio de Janeiro: FLACSO.
__________. (2014). Brasil e o desafio do Pacífico. Carta Maior: 19 ago. 2014.
__________, e Padula, Raphael. (2015). Brésil: géopolitique et «ouverture sur le Pacifique». Outre-Terre, 42 (1), 65-83.
Flemes, Daniel; Nolte, Detlef, e Wehner, Leslie. (2011). Una comunidad de seguridad regional en formación: la UNASUR y su Consejo de Defensa. Estudios Internacionales, 170, 105-127.
Fuccille, Luís Alexandre. (2002). Plano Colômbia: o mito da militarização contra as drogas e seu impacto no plano estatal. Estudios Politico Militares, 2 (3), 39-54.
Fuccille, Alexandre. (2015). Amazônia e Defesa Nacional: um olhar a partir da perspectiva brasileira. PAIAGUÁS: revista de estudos sobre a Amazônia e Pacífico, 2 (2), 131-149.
__________, e Rezende, Lucas Pereira. (2013). Complexo Regional de Segurança na América do Sul: uma nova perspectiva. Contexto Internacional, 35 (1), 77-104.
Lins, Hoyêdo Nunes. (2014). Parceria Trans-Pacífico: Novas Geometrias no Capitalismo Global. Contexto Internacional, 36 (2), 623-653.
Loveman, Brian (Ed.). (2006). Addicted to Failure: U.S. Security Policy in Latin American and the Andean Region. Plymouth, UK: Rowman & Littlefield Publishers.
Marques, Adriana A., e Medeiros Filho, Oscar (2011). Bases de um dilema: as percepções militares brasileiras sobre o acordo militar Estados Unidos-Colômbia e suas interconexões com as guerras de quarta geração. In: Arias Neto, José Miguel, Alves, Vágner Camilo, Moreira, William de Souza. (Orgs.). Defesa, Segurança Internacional e Forças Armadas: textos selecionados do IV Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa. Campinas: Mercado de Letras.
Medeiros Filho, Oscar. (2010). “Conselho de Defesa Sul-Americano: Demandas e Agendas”, (http://www.brasa.org/_sitemason/files/fLdvB6/Oscar%20Medeiros%20Filho.pdf; acessado em 14 out. 2015).
Pagliari, Graciela de Conti. (2009). O Brasil e a segurança na América do Sul. Curitiba: Juruá.
Patriota, Antonio de Aguiar. (2013). O Mercosul e a Integração Regional. Interesse Nacional, 6 (23), 67-75.
Presidencia de la República. (1999). Plan Colombia. Bogotá.
Rochlin, Jim. (2011). Plan Colombia and the revolution in military affairs: the demise of the FARC. Review of International Studies, 37 (2), 715-740.
Saint-Pierre, Héctor Luis. (2011). “Defesa” ou “Segurança”? Reflexões em torno de Conceitos e Ideologias. Contexto Internacional, 33 (2), 407-433.
Steiman, Rebeca. (2002). A geografia das cidades de fronteira: um estudo de caso de Tabatinga (Brasil) e Letícia (Colômbia) (dissertação de mestrado). Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil.
Teixeira, Augusto. (2011). O Conselho de Defesa Sul-Americano da UNASUL. In: Oliveira, Marcos Aurelio Guedes de (Org.). Comparando a Defesa Sul-Americana. Recife: Editora Universitária da UFPE.
Tussie, Diana. (2013). Os imperativos do Brasil no desafiador espaço regional da América do Sul: uma visão da economia política internacional. Lua Nova, 90, 243-270.
Vigevani, Tullo, e Cepaluni, Gabriel. (2011). A Política Externa Brasileira: a busca da autonomia, de Sarney a Lula. São Paulo: Editora UNESP.
__________, e Ramanzini Júnior, Haroldo. (2015). Autonomía, integración regional y política exterior brasileña: el Mercosur y la Unasur. In: Briceño-Ruiz, José, e Simonoff, Alejandro (Eds). Integración y cooperación regional en América Latina: una relectura a partir de la teoría de la autonomía. Buenos Aires: Biblos.
Villa, Rafael Duarte, e Viana, Manuela Trindade. (2008). A ascensão de Uribe na Colômbia: segurança interna e aliança estratégica com os Estados Unidos na construção do Estado-Nação. In: Ayerbe, Luis Fernando (Org.). Novas lideranças políticas e alternativas de governo na América do Sul. São Paulo: Editora UNESP; Programa San Tiago Dantas de Pós-Graduação em Relações Internacionais da UNESP, Unicamp e PUC-SP.
Cómo citar
Fuccille, A., & Aparecida Marques, A. (2018). La dinámica de las relaciones Estados Unidos-Colombia-Brasil: cooperación, competición y conflicto. Papel Político, 23(1), 185-208. https://doi.org/10.11144/Javeriana.papo23-1.dreu
Sección
Relaciones Internacionales
Artículos más leídos del mismo autor/a