Publicado Jan 28, 2021



PLUMX
Almetrics
 
Dimensions
 

Google Scholar
 
Search GoogleScholar
Descargas


Waldecir Gonzaga

Doaldo Ferreira Belem

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Resumen

A Carta aos Colossenses, além da questão se de fato é ou não deuteropaulina, entrou no centro do debate sobre a Metodologia do uso da Antigo Testamento pelo Novo Testamento. Se durante muitos anos foi considerada uma das poucas cartas do corpus paulinum a não possuir nenhuma citação do Antigo Testamento, Beale conseguiu encontrar várias alusões. Foster criticou a metodologia utilizada em Colossenses, o que mereceu uma resposta por parte de Beale. Entretanto, Beetham confirmou o uso detectado por Beale, especificando a diferenciação entre alusão e eco – embora analisando menos passagens do Antigo Testamento. Este artigo propõe dar um passo além, ao analisar como essas alusões e ecos estão inseridas na disposição da carta segundo a Análise Retórica Bíblica Semítica. Os comentadores paulinos têm indicado, cada vez mais, que em Paulo a retórica e a teologia caminham juntas. Aliás, nas cartas paulinas, a retórica, de fato, não é apenas uma moldura, mas um grande instrumento para se transmitir a mensagem do ressuscitado. Segundo Meynet, a contribuição da Análise Retórica Bíblica Semítica permite ver como o paralelismo dos membros, o quiasmo e os diversos níveis de um texto bíblico têm sua função na estruturação e mensagem do texto. Isso se torna mais eficiente quando se procura analisar a presença de citações, alusões e ecos do Antigo Testamento no Novo Testamento, a partir do método do Uso do Antigo Testamento no Novo Testamento integrado com a Análise Retórica Bíblica Semítica, como aqui em Colossenses. São duas metodologias distintas, mas que podem colaborar muito nas investigações bíblicas para demonstrar que a ausência de citações do Antigo Testamento nesta carta foi um recurso retórico utilizado por Paulo para oferecer ao leitor um magnífico texto capaz de unir cristologia, eclesiologia e a presença do Antigo Testamento, ainda que por meio de alusões e ecos, e não de citações explícitas.

Keywords
References
Aletti, Jean-Noël. Lettera ai Colessesi. Bologna: EDB, 1994.
_____. “Uma retórica paulina: construção e comunicação de um pensamento”. En Paulo, uma teologia em construção, Vários autores, 51 71. São Paulo: Loyola, 2011.
Barth, Markus; Helmut Blanke; e Astrid B. Beck. Colossians. A New Translation with Introduction and Commentary. New Haven-London: Yale University Press, 2008.
Beale, Gregory K. “Colossenses”. En Comentário do uso do Antigo no Novo Testamento, organizado por G. K. Beale e Donald A. Carson, 1039-1075. São Paulo: Vida Nova, 2014.
_____. Manual do uso do Antigo Testamento no Novo Testamento. Exegese e interpretação. São Paulo: Vida Nova, 2013.
_____. “The Old Testament in Colossians: A Response to Paul Foster”. Journal for the Study of the New Testament 41/2 (2018): 261-274.
Beetham, Cristopher A. Echoes of Scripture in the Letter of Paul to the Colossians. Leiden-Boston: Brill, 2008.
Belli, Filippo; Ignacio Carbajosa; Carlos Jódar Estrella; e Luis Sánchez Navarro. Vetus in Novo. El recurso a la escritura en el Nuevo Testamento. Madrid: Encuentro, 2006.
Boring, M. Eugene. Introdução ao Novo Testamento. História, literatura e teologia. Vol. 1. Questões introductórias do Novo Testamento e escritos paulinos. São Paulo: Paulus, 2016.
Bujard, Walter. Stilanalytische Untersuchungen zum Kolosserbrief: als Beitrag zur Methodik von Sprachvergleichen. Göttingen: Vandenhoeck & Ruprecht, 1973.
Buscemi, A. M.. Una sinfonia. Gli inni di Paolo a Cristo Signore. Jerusalem: Franciscan Printing Press, 2000.
Clark, Bruce T. Completing Christ’s Afflictions: Christ, Paul, and the Reconciliation of All Things. Tübingen: Mohr Siebeck, 2015.
Copenhaver, Adam. Reconstructing the Historical Background of Paul’s Rhetoric in the Letter to the Colossians. London: Bloomsbury T&T Clark, 2018.
Del Páramo, Severiano. “Las citas de los Salmos en San Pablo”. En Analecta biblica 17-18. Studiorum Paulinorum Congressus Internatinalis Catholicus 1961, organizado por Pontificio Instituto Bíblico, 229-241. Roma: Pontificio Instituto Bíblico, 1963.
Dunn, James D. G. The Epistles to the Colossians and to Philemon. A Commentary on the Greek Text. Grand Rapids (MI)-Carlisle: William B. Eerdmans PublishingPaternoster Press, 1996.
Fee, Gordon D. “Old Testament Intertextuality in Colossians: Reflections on Pauline Christology and Gentile Inclusion in God’s Story”. En History and Exegesis. New Testament Essays in Honor of Dr. E. Earle Ellis for His 80th Birthday, organizado por S.-W. Son, 201-221. New York: T&T Clark, 2006.
Foster, Paul. “Critiquing Certain Aspects of Recent Scholarly Trends in the Study of the Jewish Scriptures in the New Testament”. Journal for the Study of the New Testament 38/1 (2015): 96-111.
Frank, Nicole. Der Kolosserbrief im Kontext des paulinischen Erbes: eine intertextuelle Studie zur Auslegung und Fortschreibung der Paulustradition. Tübingen: Mohr Siebeck, 2009.
Gonzaga, Waldecir. Compêndio do Cânon Bíblico. Listas dos Catálogos Bíblicos: Antigo Testamento, Novo Testamento e Apócrifos. Petrópolis RJ-Rio de Janeiro: Editora PUC- Vozes, 2019.
_____. “O Corpus Paulinum no Cânon do Novo Testamento”. Atualidade Teológica 54 (2001): 19-41.
_____. “O Salmo 150 à luz da Análise Retórica Bíblica Semítica”. Revista Brasileira de Interpretação Bíblica 1/2 (2018): 155-170.
Hays, Richard B. Echoes of Scripture in the Letters of Paul. New Haven-London: Yale University Press, 1989.
Kalvesmaki, Joel. Old Testament Quotations in the New Testament. Ann Arbor (MI): Cushing-Malloy Inc., 1967.
Kittel, Rudolf (ed.). Biblia Hebraica Stuttgartensia. Editio quarta emendata opera H. P. Rüger. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1997.
Lohse, Eduard. Colossians and Philemon. Philadelphia: Fortress Press, 1971.
Meynet, Roland. L’Analise Retorica. Brescia: Queriniana, 1992.
_____. Trattato di Retorica Biblica. Bologna: EDB, 2008.
Nestle-Aland. Novum Testamentum Graece (ed. 27). Stuttgart: Deutsche Bibelgesellchaft, 1993.
_____. Novum Testamentum Graece (ed. 28). Stuttgart: Deutsche Bibelgesellchaft, 2012.
O’Brien, Peter T. “Cartas aos Colossenses”. En Dicionário de Paulo e suas Cartas (2a. ed.), organizado por Gerald F. Hawthorne, Ralph P. Martin e Daniel G. Reid, 247-255. São Paulo: Vida Nova-Paulus-Loyola, 2008.
_____. Colossians, Philemon. Dallas (TX): Word Inc., 1998.
Pao, David W. Colossians and Philemon. Grand Rapids (MI): Zondervan, 2012.
Paulinas. A Bíblia TEB. Nova edição revista e corrigida. São Paulo: Loyola, 1995.
Paulus Editora. Bíblia de Jerusalém. Nova ed. rev e ampl. São Paulo: Paulus, 2019.
Pérez Millos, Samuel. Comentario exegético al texto griego del Nuevo Testamento. Colosenses. Barcelona: Clie, 2015.
Proença, Eduardo. “O Uso do Antigo Testamento pelo Novo Testamento”. En O uso que o Novo Testamento faz do Antigo Testamento. Bíblia: introdução e hermenêutica, editado por Eduardo Proença, 83-103. São Paulo: Fonte Editorial, 2009.
Rahlfs, Alfred, e Robert Hanhart (eds.). Septuaginta. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 2006.
Robertson, A. W. El Antiguo Testamento en el Nuevo. Buenos Aires-Grand Rapids: Nueva Creación-William B. Eerdmans Publishing Co., 1996.
Silva, Moisés. “Antigo Testamento em Paulo”. En Dicionário de Paulo e suas Cartas (2a. ed.), organizado por por Gerald F. Hawthorne, Ralph P. Martin e Daniel G. Reid, 76-92. São Paulo: Vida Nova; Paulus; Edições Loyola, 2008.
Schenk, Wolfgang, “Der Kolosserbrief in der neueren Forschung (1945-1985)”. Auftieg und Niedergang der Römischen Welt 2.25.4 (1987): 3327-3365.
Schweizer, Eduard. La Carta a los Colosenses. Salamanca: Sígueme, 1987.
Standhartinger, Angela. Studien zur Entstehungsgeschichte und Intention des Kolosserbriefs. Leiden: Brill, 1999.
Sumney, Jerry L. “Writing ‘In the Image’ of Scripture: The Form and Function of References to Scripture in Colossians”. En Paul and Scripture: Extending the Conversation, organizado por Cristopher D. Stanley, 185-229. Atlanta (GA): Society of Biblical Literature, 2012.
Cómo citar
Gonzaga, W. ., & Ferreira Belem, D. . (2021). O Uso Retórico do Antigo Testamento na Carta aos Colossenses. Theologica Xaveriana, 71. https://doi.org/10.11144/javeriana.tx71.uratcc
Sección
Artículos