##plugins.themes.bootstrap3.article.main##


Maria Cristina Aguiar http://orcid.org/0000-0003-2094-9216

Maria Helena Vieira

Resumen

Neste artigo é feita uma abordagem ao despontar do movimento do Canto Coral no sistema de ensino português, do alvor da Primeira República ao enraizar do Estado Novo. Centrando toda a reflexão ao nível da prática vocal/coral, e salientando a tensão existente entre o caráter progressista das artes e o cariz conservador do Estado Novo, são ainda apresentadas as circunstâncias históricas e sociais que antecederam o ensino à distância. Refere-se o papel da Rádio Escolar e da Telescola na divulgação do ensino da música e da prática vocal. Esta reflexão resulta da realização de um estudo de caso múltiplo centrado no paradigma qualitativo que incidiu na análise da forma como se tem vindo a realizar o ensino de canto em Portugal no 1º ciclo do ensino básico, genérico e especializado, e que permitiu inferir que o ensino de canto não está ainda generalizado em nenhuma destas vertentes de ensino.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Keywords
References
Cómo citar
Aguiar, M., & Vieira, M. (2018). O movimento do Canto Coral no sistema educativo português da Primeira República ao Estado Novo. Cuadernos De Música, Artes Visuales Y Artes Escénicas, 13(2), 189-204. https://doi.org/10.11144/javeriana.mavae13-2.omdc
Sección
Fuera de Dossier
Artículos más leídos del mismo autor/a