##plugins.themes.bootstrap3.article.main##


Vanda Lima Bellard Freire

Angela Celis H. Portella

Resumen

O presente artigo aborda resultados de pesquisas realizadas na Universidade Federal do Rio de Janeiro, focalizando a atuação de mulheres musicistas no Rio de Janeiro (final do século xix einício do século xx), pela perspectiva da História da Cultura. Esse período é marcado por transformações importantes nos papéis femininos, conquistadas, entre diversos espaços, tais como salões aristocráticos e teatros. Os salões foram usados pelas famílias para apresentar suas filhas à sociedade, em meio a contatos sociais e políticos, permitindo às mulheres atuar como musicistas, sobretudo como cantoras ou pianistas. Nos teatros, predominou a atuação feminina como atrizes e cantoras, raramente como compositoras, instrumentistas ou regentes, situação essa que mudou gradativamente. As pesquisas aqui relatadas levantaram número significativo de mulheres musicistas, interpretando, compondo e publicando músicas de diferentes gêneros. Sua atuação se deu através de conflitos e contradições, conciliadas, ambiguamente, nos salõese explicitadas, arduamente, nos teatros cariocas da época.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Keywords
References
Cómo citar
Bellard Freire, V., & H. Portella, A. (2010). Mulheres pianistas e compositoras, em salões e teatros do Rio de Janeiro (1870-1930). Cuadernos De Música, Artes Visuales Y Artes Escénicas, 5(2), 61-78. Recuperado a partir de https://revistas.javeriana.edu.co/index.php/cma/article/view/1959
Sección
Artículo de investigación científica y tecnológica
Artículos más leídos del mismo autor/a